Digite o nome da matéria que vc quer pesquisar dentro do Blog. Ex:- esmaltes...

Arquivo do SITE.

domingo, 3 de março de 2013

As peças que marcaram a história da moda e são indispensáveis em um closet de estilo



Desejados e atemporais, os ícones fashion resistem inabaláveis aos modismos que surgem a cada temporada. 
ELLE conta mais sobre a história de dez deles.
IT BAGS
Presentes na wish list de dez em cada dez fashionistas, as it bags são consideradas verdadeiras joias, já que podem durar uma vida inteira e até passar de geração para geração.

- Birkin, da Hermès: a bolsa foi criada em 1980 pelo CEO Jean-Louis Dumas em homenagem à atriz e cantora Jane Birkin. A peça, feita a mão pelos artesãos da grife francesa, é produzida em quantidade limitada, o que eleva ainda mais seu caráter exclusivo.

- 2.55, da Chanel: considerada a primeira bolsa tiracolo chic do mundo, foi criada por Coco Chanel porque ela queria deixar livres as mãos das mulheres que estavam começando a equilibrar a vida doméstica e a profissional. Uma curiosidade: seu nome faz referência a fevereiro (o mês 2) do ano em que foi criada, 1955.

- Jackie O, da Gucci: nos anos 1970, Jackie Kennedy Onassis, ex-primeira-dama dos Estados Unidos e sinônimo de elegância até os dias de hoje, desfilou tanto por aí com sua clássica bolsa da Gucci que a grife rebatizou a peça em sua homenagem.

- Lady Dior, da Christian Dior: a relação entre a Princesa Diana e este modelo de mão da Dior foi de amor à primeira vista. Depois de ter sido presenteada pela então primeira-dama da França com a peça, Lady Di não se separou mais da sua. Daí para virar febre entre celebridades e fashionistas foi só um pulinho.

Divulgação/ Reprodução Facebook.
as-dez-mais-bolsas

COCKTAIL DRESS, GIVENCHY
Simples, prático e elegante, o cocktail dress (ou vestido para ir a coquetéis, em tradução livre), ficou conhecido no mundo fashion como o coringa “tubinho preto”. O vestido remete imediatamente à atriz Audrey Hepburn, que inspirou o estilista e amigo Hubert de Givenchy a criar o modelito imortalizado por ela no clássico Bonequinha de Luxo (1961).

Reprodução/ Reprodução Facebook.
as-dez-mais-2
A eterna “bonequinha de luxo” Audrey Hepburn.
Ao lado, Coco Chanel e seu look repleto de pérolas conversando com Ina Claire.
COLAR DE PÉROLAS
No livro As 100 Mais – O guia de estilo que toda mulher fashion deve ter, a editora de moda Nina Garcia recomenda: “Elas [as pérolas] podem ser verdadeiras ou falsas. Realmente não importa – mas nunca, nunca podem ser presunçosas.” Por isso, na hora de usar as suas, abuse da criatividade e inspire-se nos looks de personalidades como Coco Chanel e a socialite Sara Murphy, famosa por usar a joia até na praia – por que não?

NEW LOOK, CHRISTIAN DIOR
“Eu desenho roupas para mulheres-flores, com ombros arredondados, bustos empinados e cinturinhas finas marcadas por saias ultrarodadas”. A frase de Christian Dior resume bem seu New Look, lançado em 1947 ou apenas um ano depois de montar seu próprio ateliê em Paris. Era uma produção revolucionária, pois era extremamente luxuosa para os difíceis tempos de pós-guerra na Europa. E ela continua bem viva, encantando o mundo da moda e inspirando coleções como a do superfeminino inverno 2013 de Alexandre Herchcovitch.

Reprodução/ Getty.
as-dez-mais-3
Marion Cotillard usa produção inspirada no New Look na capa da Dior Magazine.
Ao lado, Twiggy com suas pernas quase todas à mostra em clique de 1967.

MICROVESTIDOS USADOS POR TWIGGY
Twiggy, a modelo símbolo dos anos 1960, era conhecida pela sua silhueta de menina e foi uma das grandes responsáveis por popularizar o comprimento curtíssimo que tem a cara e a ousadia da charmosa década.

TRENCH COAT, BURBERRY
Legitimamente britânica, esta capa de chuva de gabardine foi criada por Thomas Burberry para os soldados de sua majestade na Primeira Guerra Mundial. Mas foi em Hollywood, especialmente com os filmes noir, que o trench coat se popularizou e ganhou status. Entre os looks memoráveis com a peça estão o de Catherine Deneuve, no filme Guarda-chuvas do amor (1964), de Humphrey Bogart, no inesquecível Casablanca (1942); da atriz Meryl Streep, em Kramer vs. Kramer (1979); e de Sophia Loren, em A chave (1958).

Fotosite/ Getty.
as-dez-mais-4
O trench coat em duas versões na passarela da Burberry: na coleção de verão 2013 e de verão 2012.
Ao lado, Modelo usa tuxedo Yves Saint Laurent. SMOKING FEMININO, YVES SAINT LAURENT
Com a intenção de rejuvenescer a silhueta da mulher por meio de um novo jeito de vestir inspirado no guarda-roupa masculino, o francês Yves Saint Laurent criou, em 1966, uma de suas peças mais emblemáticas e chics: o smoking feminino. Mas, atenção! Nina Garcia, ainda no livro As 100 Mais, alerta que quando o assunto é terninho nada vence um excelente caimento. Por isso, tenha certeza de que ele foi feito sob medida para você.

Fotosite.
as-dez-mais-5
A mais recente versão do casaco de tweed surgiu na passarela de Alta-Costura Verão 2013 da Chanel.

CASACO DE TWEED, CHANEL
Não importa a temporada ou a tendência do momento, o casaco de tweed da Chanel está sempre presente nas coleções da marca. Por quê? O motivo é simples: trata-se de uma das criações mais icônicas da estilista. A produção proposta por ela, e composta pelo casaquinho com saia reta e colar de pérolas, é clássica e elegante. Ou seja, superfrench.

ÓCULOS AVIADOR, RAY-BAN
Desenvolvido em 1936 pela Ray-Ban para proteger os aviadores da Força Aérea Americana dos raios do sol, o aviator só aterrissou nas lojas no ano seguinte. E nunca mais deixou as vitrines. Nos anos 1980, foi travada uma verdadeira batalha fashion entre o aviador e o wayfarer, modelos que faziam sucesso principalmente por causa de atores como Tom Cruise, adepto do primeiro, e Jack Nicholson, fã do segundo tipo de óculos.

Divulgação.
as-dez-mais-ray-ban
O clássico modelo aviador da Ray-Ban é praticamente o mesmo há mais de 70 anos.

SOLA VERMELHA, DE CHRISTIAN LOUBOUTIN
Sapatos sempre mexeram com a cabeça das mulheres e Christian Louboutin sabe bem disso. Mas foi ao pintar a sola de vermelho, ainda nos anos 1990, que o designer elevou seus luxuosos modelos de salto para a categoria de ícone fashion. Hoje, não existe um tapete vermelho que não conte com um de seus exemplares.

Reprodução Facebook.
as-dez-mais-lb
As desejadas solas vermelhas de Louboutin. elle.








0 comentários:

 
AVISO DE CONDUTA.

¨ALGUMAS IMAGENS EU PEGUEI DA INTERNET SEM AUTORIA. SE ALGUMAS DELAS FOR PROTEGIDA POR DIREITOS AUTORAIS, A VIOLAÇÃO NÃO FOI INTENCIONAL, NESTE CASO, SE NÃO ME FOR AUTORIZADA A EXPOSIÇÃO DA MESMA, A IMAGEM SERÁ RETIRADA DO MEU BLOG, BASTA QUE ENTREM EM CONTATO POR EMAIL¨


VISITANTES INTERNACIONAIS.
Instalado:- 24/04/2010.

Linkwithin

Related Posts with Thumbnails